19

Linhaça dourada: uma grande aliada da saúde

Você já experimentou linhaça dourada? A linhaça é a semente do linho (linum usitatissimum) e pode ser consumida em grãos, farinha ou óleo. Além de conter muitas fibras, minerais e vitaminas, é a fonte mais poderosa de Ômega 3. Os benefícios só do Ômega 3, por exemplo, já são muito amplos: Reduz colesterol, protege coração e pele, previne câncer, inflamações, depressão e alivia os sintomas da TPM, estimula a memória e acelera a cura da tendinite.

Esse pequeno grão originário da Ásia, tem sido utilizado cada vez mais na culinária de todo o mundo devido aos grandes benefícios que pode trazer à saúde. É um alimento funcional, ou seja, além de natural, tem propriedades que podem evitar e combater diversas doenças e até mesmo auxiliar no emagrecimento. Se inseridos em nossa nutrição do dia a dia, os alimentos funcionais aumentam as defesas naturais do corpo afastando doenças e contribuindo na manutenção do bem estar geral.

Propriedades da linhaça

A linhaça é uma ótima fonte de fibras, minerais e vitaminas e é o alimento com a maior concentração de Ômega 3. Esse ácido-graxo, também encontrado em folhas escuras como o espinafre e no salmão, reduz o colesterol ruim contribuindo com o funcionamento do coração e de outros órgãos.

A linhaça contém também uma substância chamada lignina, um tipo de hormônio que pode combater o câncer de mama e a osteoporose.

Benefícios para a saúde

Com tantas propriedades boas à saúde, esse grão beneficia nosso corpo em vários aspectos. Confira abaixo cada um deles:

Auxílio no emagrecimento: De acordo com a nutricionista Sabrina Lopes, a linhaça ajuda no emagrecimento de forma simples, mas muito eficaz: “A linhaça auxilia na perda de peso por ser rica em fibras. Assim, quando consumida com outros alimentos, ela ajuda na formação correta do bolo alimentar, deixando a liberação de glicose no sangue mais lenta, evitando picos glicêmicos e a redução da utilização da insulina, o hormônio que é responsável pelo armazenamento de gordura. Quando nosso organismo possui grandes níveis de insulina circulando, sentimos uma necessidade de consumir mais alimentos que aumentam os níveis de glicose rapidamente como pães, biscoitos, doces e bolo, gerando assim um possível processo de ganho de peso”.

Coração: Por ser uma ótima fonte de Ômega 3, a linhaça reduz o nível de colesterol ruim e favorece o aumento do colesterol bom, auxiliando na proteção do coração e reduzindo o risco de doenças cardiovasculares.

Diabetes: De acordo com alguns estudos, a linhaça controla e pode até prevenir as diabetes. Isso porque ela reduz a liberação de glicose na corrente sanguínea.

Intestino: Por conter muitas fibras, é uma grande aliada ao bom funcionamento dos intestinos. Suas fibras melhoram a digestão e promovem o equilíbrio da flora intestinal.

Fortalecimento da imunidade: A linhaça contém um subtipo do Ômega 3 chamado ácido alfalinoleico (ALA). Pesquisas indicam que esse nutriente é capaz de combater inflamações geradas por tabagismo, obesidade e sedentarismo. Ao melhorar o funcionamento dos intestinos, a linhaça também previne doenças porque auxilia na expulsão mais rápida de toxinas. Seu uso contínuo pode proporcionar aumento da defesa orgânica e redução do ritmo de envelhecimento celular.

Câncer: A linhaça é o alimento que mais contém uma substância chamada lignina, um hormônio fitoestrógeno que tem ligações com o câncer de mama e pode combatê-lo. Essa semelhança com o estrógeno também ajuda a combater doenças nos ossos, como a osteoporose, principalmente na época da menopausa, quando o corpo produz menos dessa substância.

Como usar a linhaça

A maioria dos nutricionistas indicam o consumo de 10g, ou uma colher de sopa, diariamente para se obter a quantidade necessária de ômega 3 e ácido alfalinoleico.

Farinha de linhaça:

Amplamente usada para o preparo de sucos, saladas, iogurtes e frutas. A vantagem de já vir triturada é que a absorção de seus nutrientes fica mais rápida e eficiente.

Grãos:

Podem ser usados em massas, bolos e pães integrais, mas o ideal, para maior liberação dos nutrientes, é que eles sejam moídos ou triturados, o que também pode ser feito no liquidificador ou mesmo através da mastigação.

Óleo:

Vendido em supermercados, o óleo de linhaça é rico em ômega 3 mas perde as fibras durante sua preparação. Pode ser utilizado em saladas e pratos frios e nunca deve ser aquecido ou usado para fritar, pois perderia suas propriedades.

Suplementos:

O óleo de linhaça também é comercializado em farmácias comuns ou de manipulação, já vem com a quantidade necessária de ômega 3 necessária e pode ser uma boa opção para quem não tem tempo para programar um cardápio com o grão. A nutricionista Sabrina Lopes alerta que essa forma de consumo deve ser recomendada por um profissional que auxiliará na dosagem correta para o seu organismo.

 

MATÉRIA PUBLICADA NO SITE DICAS DE MULHER

Write a comment