mindful-eating_

Como emagrecer sem fazer dietas restritivas, isso é possível?

Cada vez mais, as pessoas se submetem a dietas radicais, cortando grupos alimentares ou determinados tipos de alimentos visando à boa forma ou o emagrecimento.

As dietas restritivas causam consequências ao nosso corpo em longo prazo, porque estressam nosso corpo. Durante uma dieta restritiva nosso cérebro a interpreta como um perigo e acaba desenvolvendo mecanismos de adaptação, diminui o metabolismo, armazena gordura e aumenta o apetite. O período de restrição também pode deixar você obcecado por alimento.

Estudos comprovam que de 90 a 95% das pessoas que se submetem a dietas restritivas voltam a engordar, ganhando o peso perdido e mais uma porcentagem. Isso acontece porque após um período de restrição a pessoa tende a desenvolver uma compulsão alimentar.

Para emagrecer sem utilizar esses métodos é necessário não tratar somente o problema e sim a causa dele, é preciso entender como e porque você chegou nesse peso, seja por problemas emocionais, uma fase da vida, um medicamento e etc. Cada pessoa possui um corpo, um metabolismo, uma história de vida e isso deve ser respeitado.

O segundo passo é não se render ao terrorismo nutricional que vivemos atualmente, isso é não focar no alimento de forma simplificada, rotulando ele como um alimento bom ou ruim, saudável e não saudável. Hoje as pessoas estão cada vez mais perdidas e não sabem o que comer, isso faz com que comer seja uma coisa estressante e cheia de culpa. E quando estamos com muita culpa ou estressados, acabamos engordando, ou seja entramos em um ciclo vicioso.

E a chave do sucesso é comer os alimentos de forma mais natural o possível, substituindo alimentos muito industrializados por alimentos mais verdadeiros, como por exemplo, ao invés de consumir um suco industrializado de caixinha fazer um suco natural ou então ao invés de comer um iogurte de morango, consumir um iogurte natural com pedaços da fruta.

Comer fora e os alimentos industrializados quebram um galho de vez em quando, porém eles não podem se tornar uma rotina em nossa alimentação, sempre que puder cozinhe em casa e consuma alimentos naturais. Dessa forma seu corpo volta a interpretar de maneira adequada os sinais de fome e saciedade, deixando a compulsão de lado, e fazendo com que não haja preocupação com o peso e com as calorias dos alimentos.

Esse é o chamado comer consciente, uma alimentação adequada a sua fome que não leva em consideração só o alimento consumido e também à forma como você está comendo, comer devagar, sem estresse e principalmente saboreando o alimento que você gosta.

Alimentos como fast foods, refrigerantes e doces mexem em nosso cérebro e podem causar vícios, porém quando incluímos em nossa dieta mais alimentos naturais e verdadeiros, automaticamente você ira consumir menos desses alimentos. Por isso o segredo é não restringir o consumo desses alimentos e sim aumentar o consumo dos naturais.

Coma consciente, coma sem culpa!

Sabrina Lopes | CRN8 7548

ARTIGO PUBLICADO NO SITE ALIMENTE

Write a comment